Buscar
  • Wineemotion

Visitando a Serra Gaúcha - Permita-se se surpreender!

Quem ama vinho e nunca sonhou com uma experiência no mundo do vinho?!


Pensando nisso, nada melhor do que buscar locais que nos permitam viver essa mágica viagem, de belas paisagens, degustações de vinhos e envolvimento direto no modo de produção.

No post de hoje, falaremos um pouco sobre a "Pequena Itália"da Serra Gaúcha (no Rio Grande do Sul), que tem um enoturismo encantador e que vale a pena visitar. A economia dos imigrantes italianos que ali se estabeleceram, vindos principalmente da região do Vêneto, baseava-se em produtos agropecuários, com destaque para a Uva e o Vinho. Ali, onde o inverno é moderadamente frio, os verões mais amenos e as chuvas regularmente distribuídas ao longo do ano, as videiras passaram a se adaptar e desenvolver melhor dentro do nosso país.

Um recente lançamento da Netflix que nos faz viajar um pouco sobre essa história é o documentário "Legado Italiano". Aborda temas como religiosidade, música, gastronomia, arquitetura, vinho, a partir dos relatos dos descendentes desse importante fluxo migratório do final do século XIX.



Hoje a Serra Gaúcha é responsável por 80% dos vinhos produzidos no Brasil. Uma produção não somente motivada pelas condições climáticas, mas por toda dedicação e cuidado pelos vinhos. Cada vez mais, produtores buscam se profissionalizar na atividade, seguindo recomendações agronômicas, resultando em um maior equilíbrio do cultivo e levando a uma melhor qualidade de safras.

A boa reputação do vinho nacional tem crescido ano após ano, devendo ser redescoberta por aqueles que só o degustaram em tempos antigos.

Na Serra Gaúcha, se localizam as Indicações de Procedência (IP) de Pinto Bandeira, Altos Montes, Farroupilha e Monte Belo. Garantindo não só a qualidade, como uma característica única do produto local, de acordo com uma série de normas técnicas que englobam desde o cultivo até a vinificação e o engarrafamento.

Em 2012, foi reconhecida a Denominação de Origem (DO) do Vale dos Vinhedos. Também atuando no controle da produção, só que com características e regras ainda mais restritas do que a IP. Toda a produção de uvas e o processamento da bebida deve ser realizado na região delimitada do Vale dos Vinhedos, há uma limite de kilo de uva por planta, obrigatoriedade de colheita manual, ter aprovação de análises físico-químicas e sensoriais (degustação às cegas), entre outras coisas, para obter o certificado. O vinho sendo reconhecido como um patrimônio regional!


Abrangência do Vale dos Vinhedos: Inserido no encontro dos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul.


Curiosidade: graduação alcoólica mínima de 12% para tintos, 11% para brancos, 11,5% para espumantes.

Abaixo seguem algumas dicas para você aproveitar esse passeio único, em ambiente mais aberto, e sem precisar ir muito longe.

*recomendamos checar o funcionamento atual das vinícolas através de telefone ou pelas redes sociais, como o Instagram.


BENTO GONÇALVES


Na entrada da cidade, você já é bem recebido por uma pipa de vinho de 17m de altura. Nem 5 minutos dali, você também encontrará a linha turística do Trem Maria Fumaça, um percurso de 23km entre Bento, Garibaldi e Carlos Barbosa, regado a muito vinho, queijo e apresentações artísticas.



Na cidade também é possível fazer a visitação e degustação da Cooperativa Vinícola Aurora, que completa 90 anos, renomada e com grande quantidade de elaboração de vinhos.


CUVEÉ VINOBOUTIQUE, onde poderá adquirir e degustar os melhores vinhos nacionais!

Empreendimento dedicado ao vinho brasileiro com uma maravilhosa instalação em meio ao coração do Vale dos Vinhedos. É um Gastro Wine bar que faz harmonizações com iguarias locais.

Conta com a participação do professor e enólogo Leonardo Cury, espalhando o grande conhecimento que possui sobre o vinho brasileiro.

Além dos mais de 350 vinhos brasileiros disponíveis, é possível degustar em taça grandes rótulos nacionais no Wine Dispenser Wineemotion.






Pelo Vale dos Vinhedos, encontrará grandes vinícolas como a Miolo e a Valduga, como também as vinícolas mais familiares e/ou ao estilo boutique.

  • Miolo - do famaso Lote 43, nasceu essa vinícola, onde poderá fazer uma visita guiada com degustação, passear pelo Wine Garden para um pic nic, subir na torre e ter uma vista de 360, experiência D.O.... e mais!

  • Valduga - muitos produtos para degustação, visita guiada, hospedagem, restaurante Maria Valduga (com gastronomia local).

  • Lidio Carraro - uma vinícola que trabalha com menos intervenção nos vinhos, cuja degustação é feita na casa da própria família. Fornecedora oficial dos vinhos da Copa do Mundo de 2014. Possuem vinhedos também na região de Encruzilhada do Sul.

  • Pizzato - Uma das vinícolas com mais rótulos com a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos. Com uma aconchegante área externa que te permite uma degustação harmonizada.

  • Cave do Sol - degustação e visita guiada pelas obras de arte, internas e externas, e pelas história dessa família de Jundiaí.

  • Laurentis - é possível fazer um pic nic em meio as vinhas, assim como participar da colheita noturna (elaborar o vinho e ter a garrafa dessa participação).

  • Almaúnica - paisagem linda de cipreste, envoltos a uma qualidade reconhecida dos vinhos.

  • Família Salton - roteiro guiado que te permite conhecer também a história da família.

  • Cainelli - vinícola pequena, rústica e familiar, com diversas atividades, inclusive, colheita e degustação. Faz parte da Rota turística Vale do Rio das Antas.

  • Dal Pizzol - maior museu de videiras da América Latina, há degustação guiada, restaurante e muita natureza.

  • Estrelas do Brasil - parceria de dois enólogos resultando em espumantes interessantes, com uma paisagem linda do vale.

  • Cristofoli - muitas atividades, como almoço harmonizado, vindima, degustações..

  • .... Don Candido, Don Laurindo, e muitas outras!



CAMINHOS DE PEDRA

É uma rota turística encantadora de 12km com diversos restaurantes e estruturas históricas da colonização italiana, que ali chegaram por volta de 1875. Considerada Patrimônio Histórico do Rio Grande do Sul. Poderá se aventurar no espumante Chardonnay da Casa Fontanari, na Casa da Ovelha, nos jardins da Vinhas Wine Lounge, a enologia criativa e inusitada da Garbo, o lago da Vinícola Lovara...





Dali poderá seguir para a pequena cidade de PINTO BANDEIRA e visitar algumas outras vinícolas como:

  • Família Geisse - diversas experiências disponíveis, como a degustação realizada a bordo de um 4x4, jardins, cachoeira e uma empanada receita de família.

  • Don Giovanni - complexo enogastronômico, com um jardim famoso repleto de girassóis. Encontrará um manejo biodinâmico nessa viticultura sustentável.


MONTE BELO DO SUL


Além de lindas paisagens, essa cidade 100% colonizada por italianos, abriga o divertido e esperado evento do Polentaço, uma virada de 800kg de polenta. Suas vinícolas mais conhecidas são:

  • Casa Marques Pereira - degustação guiada interessante para compreender mais sobre os vinhos;

  • Vinhedos Capoani - fundada pela mesma família da Ditália Móveis, possui uma bela loja de varejo


GARIBALDI


Com seu centro histórico preservado, que pode ser conhecido com um guia turístico, essa cidade de 35 mil habitantes encanta com o seu charme. Considerada a capital brasileira do espumante.


  • Peterlongo - é uma importante vinícola para a nossa história, de onde se originou muito dos espumantes daqui. Dentro da cidade, é possível fazer um pic nic na sua bela área externa e curtir nos pallets do jardim. A unica do Brasil a poder usar o termo champagne.

  • Chandon - a empresa francesa ali se instalou e investiu na melhoria dos espumantes brasileiros.

  • Vinícola Cooperativa Garibaldi - onde poderá realizar degustação às cegas e harmonização com chocolate, na versão alcoólica e não alcoólica para crianças.

  • Vinhos Bettú - com seu antigo parreiral de 131 anos, a vista dessa pequena produção é guiada pelo próprio Sr. Wilmar Bettú, que o leva aos encantos da histórias de produção. Uma experiência diferente das grandes vinícolas.


CAXIAS DO SUL


  • Petronius - Vinhos, cervejas, espumantes e destilados disponíveis nesse incrível enoturismo.

  • Arbugeri - é possível degustar o mesmo vinho, a mesma safra em carvalhos diferentes, permitindo degustar diferentes processos de maturação.

  • Don Affonso - enólogo da vinícola hoje é o presidente da Associação Brasileira de Enologia. Espaço aconchegante com produtos de qualidade.

  • Quinta Don Bonifácio - empresa projetada para a criação e elaboração de excelentes vinhos finos, com visita guiada e degustação harmonizada.

ALTO FELIZ


Poderá conhecer a vinícola Don Guerino, a primeira do caminho vindo de Porto Alegre. Vinícola familiar, bem estruturada, com um terroir e microclima particular, com degustação e visita guiada e uma paisagem incrível com um lindo por do sol. Tem um teroldego interessante e um restaurante que funciona aos sábados com almoço harmonizado.



FLORES DA CUNHA


Considerada a maior produtora de vinhos do Brasil. Com sua arquitetura européia, possui uma igreja matriz imponente com sua torre de pedras de 55 metros de altura, construída com pedras de basalto. É possível ir além do vinho e visitar a Casa do Cogumelo, o Mirante Gelain, a Cascata da Gruta em Otavio Rocha ou se deliciar na Rota dos Vinhos dos Altos Montes.


  • Luiz Argenta - com um enólogo graduado na Itália, nesta vinícola o enoturismo é muito bonito, com vista para as videiras e um pôr do sol incrível. Há visitação, degustação, varejo e restaurante (Clô Restaurante).

  • Outras vinículas da rota: Casa Venturi, Família Bebber, Vinhos Viapiana...


FARROUPILHA


  • Casa Perini - com visitas bem completas e bela paisagem.

  • Cave Antiga - no salão rústico com estrutura mais antiga está disponível harmonização com chocolate.


Ser recebido pelas famílias nas vinícolas é uma das atrações da Serra Gaúcha. Te permite sentir todo o amor no ato da produção de vinhos, além de muita história e cultura local proveniente da imigração italiana.

Para quem está dirigindo, é possível usar o balde e experimentar sem engolir. Mas se não quiser fazer esse sacrilégio com os vinhos, sugerimos contratar um motorista local.

O sul do país merece ser visitado muitas e muitas vezes. Se desejar, é possível associar a viagem pela Serra Gaúcha a região dos Cânios, Gramado e Canela com nossa parceira de viagens.

A especialista em viagens, Letícia Freire (@worldexplorer_360) te permitirá viver essa experiência com todo luxo e requinte, regada a mimos especiais exclusivos para os clientes Wineemotion Brasil.


Maiores informações: contato@we360.com.br


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo